Você está em: Cursos Gratuitos > Dicas > Faculdade / universidade > Especialidades Médicas

Especialidades Médicas

As dez melhores especializações médicas

Medicina é um dos cursos mais concorridos nas universidades públicas de todo o país. O profissional dessa área estuda muito e como muitas outras áreas, parece que nunca tem a conclusão do curso, pois sempre é preciso inovar e aprender mais. São novos aparelhos, informações, medicamentos e com isso, o profissional precisa sempre se reciclar.

Além da formação em medicina, o profissional precisa escolher uma especialidade e estudar e se aperfeiçoar nela também.

Mais sobre Medicina e Saúde: http://www.saudemedicina.com

Mais sibre Plástica e Beleza: http://www.jaesteticaeplastica.com

Listamos as dez especialidades mais procuradas da área médica, confira:

Especialidades Médicas

 

Cirurgia plástica

Devido a grande demanda de cirurgias plásticas, inclusive nos homens, a área pode ser uma das promissoras dentro da medicina.

Manter-se bem no mercado poder ser uma dificuldade que ganhe destaque, pois a quantidade de profissionais formados nessa área é extensa.

A média salarial pode ser muito alta, não há um piso para essa categoria, pois o profissional pode ter uma clinica e atender a demanda de clientes que surgir.

Em média, o profissional pode ganhar mensalmente mais de R$30 mil, depende da carteira de clientes e procedimentos cirúrgicos realizados.

A dificuldade da área não foge muito das demais áreas da saúde. O profissional precisa estudar constantemente, pois erros nessa área geralmente são fatais e não podem acontecer.

São mais de seis anos de estudo intensos para uma formação em médico cirurgião plástico. A caminhada é longa.

 

Gastrologia

O profissional gastroenterologista cuida da área digestiva do paciente. São muitos os pacientes que desenvolvem problemas nessa região e o profissional precisa estar atento para identificar e indicar o tratamento ideal para cada caso.

Alguns exames específicos correspondem a área da gastroenterologia. O médico gastro tem opções de trabalhar em hospitais, seja publico ou privado, clinicas e atendimento particular.

Em média o profissional pode ter salário acima de R$7 mil reais, quando trabalha em algum hospital por exemplo. Quando o médico é dono de alguma clinica, a renda pode ser maior, depende da quantidade de pacientes atendidos ao mês.

 

Cardiologia

O profissional que cuida do coração do paciente pode estudar a especialização por até três anos, depois da formação de medicina.

O médico tem a possibilidade de atuar na própria clinica, ou atender em hospitais também e o salário pode ultrapassar os R$ 20 mil.

O topo da carreira pode ser chefiar uma equipe médica em grandes instituições de saúde e a dificuldade na carreira pode ser conseguir o destaque profissional, pois a batalha também é longa e o profissional precisa de paciência para alcançar os objetivos.

 

Oftalmologia

O médico oftalmo cuida da visão do paciente. Especialidade presente tanto em clínicas médicas quanto em hospitais, o profissional passa por uma especialização de três anos.

O mercado oferece vagas em órgãos públicos e privados, mas o profissional pode optar por lecionar em faculdades, por exemplo.

Em média um profissional dessa área pode ter ganhos de R$20 mil ao mês.

 

Obstetra

A área de ginecologia obstetrícia também exige um grande demanda de profissionais qualificados.

Responsável pelos cuidados médicos da mãe e do bebê que está por vir, o profissional pode chegar ao ganho mensal de R$30 mil. Esse salário pode-se dizer que é o topo da carreira.

A especialização depois do curso de medicina é concluído em até dois anos.

 

Médico Oncologista

Nos últimos tempos muitas são as vítimas de câncer e o médico oncologista é o profissional que trata desses pacientes.

A formação depois dos seis anos de medicina pede especialização, que leva em torno de três anos.

O profissional apesar de suma importância no tratamento da doença, tem o salário inicial em torno dos R$ 5 mil.

A dificuldade está nos residentes, que tem pouco interesse na área. Uma das motivações para a falta de procura é que essa área atende ainda, infelizmente, uma grande demanda de óbitos e muitos alegam não terem preparação psicologia para lidar frequentemente com a morte dos pacientes.

 

Pediatria

Responsável por atender e cuidar de crianças, o profissional também passa pelos seis anos de formação em medicina. Depois disso a especialização leve mais três anos de estudo e o salário no inicio da profissão gira em torno de R$5.500 por mês.

O mercado de trabalho é estável e o profissional pode atuar em órgãos públicos, privados e clínicas de atendimento.

 

Endocrinologia

O médico endocrinologista é responsável por indicar tratamentos que visam manter o paciente com peso e medidas ideais.

A dieta correta é a parceira nesse profissional no tratamento dos pacientes.

Após a formação medicina o profissional precisa seguir com a especialização, que dura três anos. O salário pode chegar aos R$8 mil, depende do modo com que o profissional trabalhe, que segue os mesmos padrões: órgãos públicos, privados e clinicas de atendimento.

 

Geriatria

O médico geriatra é responsável por cuidar de idosos. O profissional pode atuar em hospitais ou clinicas e atende uma demanda expressiva de pacientes.

A especialização é de dois anos e assim o profissional pode atuar nessa área com capacitação.

O salário chega aos R$10 mil ou pode variar se o profissional atuar em clinica de atendimento e possuir grande demanda de pacientes,.

 

Mastologia

O médico dessa área cuida das mamas. Muito solicitado em casos de pacientes que sofrem de câncer de mama, o que mais mata mulheres no país.

Depois de concluir a especialização, o profissional pode chegar ao ganho de R$25 mil por mês, em situação estável na carreira.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Um comentário em “Especialidades Médicas

  1. Boa tarde,
    Fico muito grata pelo retorno.

    Desculpa-me; penso que devo ter havido uma falha da minha parte. Penso não ter mencionado o curso de Medicina, que na a minha Licenciatura é Educação Físiuca e tenho Pós-Graduação em Gerontologia Clinica e Saúde -Mental. É nisto que trabalho. Mas o meu conhecimento para esta linha ja esta a me tornar “pouco” sinto que preciso de um Mestrado ligado a esta área. Ex: Atividade Físicas para Deficientes, Reabilitação, Cognição, Gerontologia, Ciencias do Envelhecimento Humano, etc Faço parte do “GEECD” Grupo de Estudos do Envelhecimento Cerebral e Demênciais e o Mestrado já esta a me fazer falta. Moro em Portugal mas infelizmente confesso não estou em condições para pagar uma faculdade. Pena!!! Trabalhei 8 anos como voluntariado na “APPC” Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral em Oeiras, depois mudei para o Cartaxo e trabalho com Idosos Demenciais também voluntaria.

    Desde já agraderço,

    Atenciosamente,

    Aucineia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *