Você está em: Cursos Gratuitos > Faculdade / universidade > ENGENHARIA DE ALIMENTOS | FACULDADES E MERCADO

ENGENHARIA DE ALIMENTOS | FACULDADES E MERCADO

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

O conceito que compreende a Engenharia de Alimentos é basicamente, todo o processo pelo qual determinado tipo de alimento pode passar desde sua fabricação, conservação e logística sob a qual é administrado até chegar no consumidor final. O trabalho de um profissional que desenvolve atividades neste segmento deve assim compreender cada uma dessas etapas, para que o alimento em questão seja direcionado ao consumidor dentro de rigorosos parâmetros de qualidade. Um dos primeiros pontos que formam as funções deste profissional é a gestão e o controle de matérias-primas que são utilizadas para a produção de alimentos industrializados. O engenheiro de alimentos também atua na pesquisa sobre a relação entre determinado alimento e sua embalagem, com o objetivo de garantir sua qualidade e a questão da utilização dos recursos ambientais também se faz presente, pois o engenheiro de alimentos estuda e desenvolve projetos para melhores práticas, como o objetivo de reaproveitar os alimentos. A partir da pesquisa das matérias-primas, orgânicas ou não, bem como das embalagens têm início o processo de fabricação de um alimento industrializado, tal como enlatados, frios, bebidas como iogurtes e sucos, misturas para preparo instantâneo de alimentos e bebidas e diversos outros. Nesta etapa, já está em andamento um processo de testes de todos os itens, tanto os utilizados, quanto os produzidos, para que seja feito um rigoroso acompanhamento do trabalho que é desenvolvido. De forma geral, assim pode ser definido o o trabalho de um engenheiro de alimentos que atua na pesquisa e produção. Porém existem outros setores do mesmo segmentos nos quais o profissional pode também atuar; é possível destacar a pesquisa para encontrar mas melhores soluções de armazenamento e gestão de produtos, tanto de matérias-primas, quanto para os alimentos que passaram pela etapa de produção. Também é possível que o engenheiro de alimentos atue em laboratórios que são somente voltados para a área de pesquisa alimentar em todos os seus aspectos, com o objetivo de oferecer soluções de nutrição para empresas da indústria alimentícia. Entre outros setores, estes são alguns dos campos de atuação possíveis para o profissional que deseja desenvolver atividades na área da Engenharia de Alimentos. Este profissional também vai atuar em conjunto com outros do campo da Engenharia, tal como o engenheiro de materiais – que pode auxiliar quanto ao processo de pesquisa sobre as embalagens – quanto profissionais de outras áreas, como do segmento administrativo e financeiro, no momento em que a atividade relacionada à produção alimentícia demandar questões de comercialização. Para quem deseja ingressar neste segmento, algumas características formam o perfil do profissional engenheiro de alimentos e é possível destacar o interesse por pesquisas de laboratório e pela transformação de alimentos; interesse por cálculos e pelas ciências exatas; grande capacidade de concentração e foco para obter resultados; organização e habilidade na gestão de informações. O profissional que possui o domínio de outro idioma pode aumentar suas chances de encontrar boas oportunidades, pois este aspeto pode ser visto como um diferencial para muitas empresas, uma vez as atividades que são desenvolvidas no campo da Engenharia de Alimentos podem se utilizar de muitas informações, especialmente conteúdo técnico em outro idioma, como o inglês.

Sobre a profissão: http://www.fazerengenharia.com/engenharia-de-alimentos/

 

FORMAÇÃO E MERCADO DE TRABALHO

A graduação em instituição de ensino superior tem a duração de 5 (cinco) anos e também é possível que o aluno ou profissional faça a opção pelo curso de Licenciatura para a área. Diversas das faculdade que oferecem o curso de Engenharia de Alimentos também disponibilizam cursos de especialização, extensão, ou mesmo Pós-Graduação e o aluno pode realizar qualquer um deles de acordo com seu campo de interesse dentro do segmento cursado. Durante  a formação, o aluno terá efetivo contato com as ciências exatas e as atividades realizadas em laboratório também serão freqüentes a partir do terceiro ano de formação. Cada instituição de ensino superior apresenta sua própria proposta pedagógica para o curso, portanto, antes de iniciar sua graduação, o aluno deve pesquisar entre algumas delas, com o objetivo de ingressar no curso que  corresponde de forma mais adequadas às suas expectativas. Para o profissional já formado, o mercado de trabalho para o segmento da Engenharia de Alimentos é bastante amplo e oferece diversas oportunidades, especialmente para os profissionais que apresentam um diferencial em suas competências – como o domínio de idiomas, ou cursos de extensão específicos. Alguns das empresas que oferecem oportunidades para profissionais da área são a indústria de alimentos em gera sendo o setor que mais emprega engenheiros de alimentos; industrias que desenvolvem atividades relacionadas a pesquisa alimentar; laboratórios para pesquisa de novos produtos e diversos outros campos.  A média salarial deste profissional é de R$ 5 mil reais.

 

ONDE ENCONTRAR O CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS

 

Instituição: USP

Cidade: São Paulo

Link para o curso: www.usp.br/fzea/

 

Instituição: UEFS

Cidade: Feira de Santana – Bahia

Link para o curso: www.uefs.br/portal/ensino/graduacao/cursos/engenharia-de-alimentos

 

Instituição: UFG

Cidade: Goiânia – Goiás

Link para o curso: www.agro.ufg.br/

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *