Você está em: Cursos Gratuitos > Língua Portuguesa > Concordância Verbal – exercícios, exemplos e dicas

Concordância Verbal – exercícios, exemplos e dicas

A regra geral da concordância verbal é que o verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. Quando você tem um sujeito simples e singular, o verbo vai estar sempre concordando com este sujeito. É importante começar a observar que há relação entre verbo e sujeito. Falando agora do sujeito composto. Quando o sujeito composto vem antes do verbo, o verbo será sempre no plural. Exemplo: o pai e o filho amavam o esporte.

O que acontece quando o sujeito composto vem depois do verbo? O verbo no plural ou concorda com o núcleo mais próximo. Por exemplo: Amava esportes o pai e o filho ou Amavam esportes o pai e o filho.

Quando o sujeito composto de pessoas gramaticais diferentes, o procedimento é o seguinte: A primeira pessoa prevalece sempre sobre a segunda e a terceira. Por exemplo: Eu, tu e minha mãe somos sobreviventes.

Quando o sujeito representado por pronome de tratamento, o verbo sempre concordará na terceira pessoa. A situação pode ser vista nos exemplos a seguir: Vossa senhoria procura por algo?

Já se o sujeito for representado por nome próprio no plural, o verbo vai ficar no plural, isso se o nome próprio admitir artigo no plural.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *