Você está em: Cursos Gratuitos > Língua Portuguesa > Concordância Nominal – exercícios, exemplos e vídeo

Concordância Nominal – exercícios, exemplos e vídeo

Concordar é harmonizar, é estar de acordo. A concordância nominal é a concordância entre os nomes dentro de uma determinada oração. Toda a palavra que se refere a um substantivo concorda em gênero e número. A regra geral da concordância nominal é a seguinte: O substantivo se tiver ligado a ele um artigo, um numeral, um pronome, ou um adjetivo, terá determinada flexão, e concordam em gênero e em número.

Por exemplo, se o substantivo for masculino e plural, ficará tudo no masculino e no plural. Se o substantivo for  tudo no feminino e no singular, ficará tudo no feminino e no singular. Vale lembrar que nem toda a palavra tem flexão de gênero. Por exemplo, adjetivo bonito tem, pode ser bonito ou  bonita. Mas o adjetivo humilde não. Existem para esta regra geral alguns casos especiais. Quando o mesmo adjetivo se referir a mais de um substantivo.

Por exemplo, na seguinte frase: Vivia em tranquilo montanhas e bosques. No caso, tranquilo é adjetivo, e ele vai se referir tanto a montanhas quanto a bosques. Neste caso, a concordância deve ser feito com o substantivo mais próximo. No caso, Vivia em tranquilas montas e bosques seria a frase correta.

TEMOS MAIS ARTIGOS PARA VOCÊ:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *